Formulário de Contato

Revisão de textos

Revisão de textos
O serviço de revisão de textos, em inglês geralmente denominado “text revision” ou “proofreading” (leitura de verificação), pode ser definido como o conjunto de modificações realizadas em um texto preexistente, objetivando seu aprimoramento. Essas interferências positivas podem ser efetuadas tanto em textos impressos, com marcações a lápis ou caneta, quanto em textos editáveis, formato predominante atualmente, com programas de processamento de textos, destacando-se o Microsoft Word, criado em 1983.

Etapas do serviço de revisão
O primeiro passo do serviço de revisão consiste na realização de uma leitura atenta do texto em questão. Aos olhos de um revisor, isso normalmente resulta na descoberta de vários erros gramaticais e ortográficos, os quais costumam ser corrigidos à medida que são encontrados, ou seja, na primeira leitura. Ao término desta, a revisão habitualmente engloba uma segunda leitura do referido texto. Essa etapa quase sempre é mais rápida, pois as modificações necessárias já foram feitas anteriormente, cabendo à nova leitura permitir a correção de eventuais problemas que tenham passado despercebidos à primeira vista ou, até mesmo, possíveis erros de digitação resultantes da própria revisão inicial.

Tipos de texto
Qualquer tipo de texto pode passar por um processo de revisão. No entanto, alguns são mais corriqueiros no cotidiano dos revisores, como artigos científicos, dissertações, teses, monografias, notícias, apostilas, sites, manuais, relatórios, contratos e, claro, livros, sobressaindo-se recentemente os famosos e-books (livros digitais).

Surgimento da atividade (passado)
É difícil determinar com precisão quando efetivamente surgiu a atividade de revisão de textos, pois ela é potencialmente tão antiga quanto a própria escrita. Não obstante, é provável que esse trabalho tenha se popularizado com a produção em massa de livros, considerando a necessidade de prevenir a impressão dos mesmos erros milhares de vezes. Esse fenômeno teve início com a Revolução da Imprensa no século 15, mediante o aperfeiçoamento da prensa móvel pelo alemão Johannes Gutenberg, frequentemente considerada a invenção mais relevante do segundo milênio!

Mercado de trabalho (presente)
Revisores de textos podem trabalhar por conta própria para pessoas físicas e jurídicas ou como profissionais formalmente contratados por empresas. Na primeira opção, os ganhos tendem a ser mais variáveis, havendo desde freelancers que realizam serviços esporadicamente até empreendedores que buscam ativamente consolidar uma posição no mercado, investindo em autoaprimoramento e marketing. Na segunda opção, os rendimentos tendem a ser mais estáveis, situação na qual se enquadram os funcionários com carteira assinada que integram os quadros de diversas empresas, destacando-se jornais e editoras.

Perspectivas da profissão (futuro)
As perspectivas para o futuro da profissão de revisor de textos dependem, assim como a maioria das atividades humanas atuais, da evolução tecnológica e consequente automatização de processos. As ferramentas automáticas de correção gramatical e ortográfica, geralmente disponíveis nos próprios programas de edição de textos, até o momento estão consideravelmente aquém da capacidade intelectual de um revisor humano, servindo apenas para a detecção de pequenos problemas no texto e seguidamente resultando em “alarmes falsos”. Excetuando-se um improvável avanço tecnológico repentino, a tendência é que essa equação se mantenha desfavorável para as máquinas por longos anos...

Se você precisa de um serviço profissional de revisão de textos ou conhece alguém que tenha essa necessidade, conte comigo para isso; trabalho desde 2005 como revisor, sempre primando pela qualidade aliada a preços competitivos. Solicite um orçamento sem compromisso!

Gustavo Weirich
Tradutor e Revisor
www.tradutordetextos.com.br
 
© Copyright Gustavo Weirich. Todos os direitos reservados. Reprodução do conteúdo somente permitida com a citação do autor e do site. Texto redigido originalmente em 2020.
Cartão de Visita.jpg